.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Ed em Dom 22 Jul 2018, 9:32 am

Porque a Bíblia que conhecemos hoje contém 2 Testamentos?


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 4147 dias de existência com 234030 mensagens
Ed
Ed
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 11114
Idade : 67
Localização : USA - FL
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Ed em Dom 22 Jul 2018, 9:37 am

No começo da História bíblica, Deus fez uma Aliança (acordo, testamento) com o povo que ele escolheu:

Gênesis 17:19
E disse Deus: Na verdade, Sara, tua mulher, te dará um filho, e chamarás o seu nome Isaque, e com ele estabelecerei a minha aliança, por aliança perpétua para a sua descendência depois dele.

Esta Aliança se tornou sem efeito com a chegada de Jesus Cristo que estabeleceu um novo pacto, o novo Testamento.



Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 4147 dias de existência com 234030 mensagens
Ed
Ed
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 11114
Idade : 67
Localização : USA - FL
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Ed em Dom 22 Jul 2018, 9:39 am

No desenrolar do debate, discutiremos sobre a validade do Antigo Testamento, para que ele serviu e se não vale mais, etc...

Bom debate a todos! :chapeu:












Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 4147 dias de existência com 234030 mensagens
Ed
Ed
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 11114
Idade : 67
Localização : USA - FL
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Lit San Ares em Qua 25 Jul 2018, 8:40 am

Ed escreveu:Porque a Bíblia que conhecemos hoje contém 2 Testamentos?

O "velho" não era apenas para os Judeus?
Lit San Ares
Lit San Ares
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2232
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Ed em Sex 27 Jul 2018, 8:28 pm

Lit San Ares escreveu:
Ed escreveu:Porque a Bíblia que conhecemos hoje contém 2 Testamentos?

O "velho" não era apenas para os Judeus?
Perfeitamente!

Aí que começa a história ...

O evangelho moderno usa indiscriminadamente o Antigo Testamento para impor o que eles mais gostam: DÍZIMO!!!

E vou dizer mais, n
em os 10 mandamentos nos servem, apenas como referência de um pacto com o povo israelita e que nós os gentios nada temos em comum.
Que comece a saraivada de pedras agora... japinha


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 4147 dias de existência com 234030 mensagens
Ed
Ed
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 11114
Idade : 67
Localização : USA - FL
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Cartman em Sab 11 Ago 2018, 8:09 pm

Velho Testamento: judeus do Oriente Médio (mentes fechadas)

Novo Testamento: judeus do Ocidente (mentes abertas)


Dropbox Free muito bom!
Cartman
Cartman
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2090
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Ed em Sab 11 Ago 2018, 8:22 pm

Tudo é a seu tempo. 

O Velho Testamento serviu a seu propósito. Mas passou, já era; CADUCOU!

O que vale é a Nova Aliança, que vigora até os dias de hoje. 

E neste Novo Testamento, nós os gentios fomos e estamos incluidos...


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 4147 dias de existência com 234030 mensagens
Ed
Ed
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 11114
Idade : 67
Localização : USA - FL
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por RafaelM em Qui 18 Out 2018, 9:02 am

Ed escreveu:Tudo é a seu tempo. 

O Velho Testamento serviu a seu propósito. Mas passou, já era; CADUCOU!

O que vale é a Nova Aliança, que vigora até os dias de hoje. 

E neste Novo Testamento, nós os gentios fomos e estamos incluidos...
Então mas caducou mas boa parte dele se aplica a nós.
Só as regras alimentares, o sábado, as festas caducaram e os sacrificios caducaram não?

Mandamentos como não assassinarás, não adulterarás, não furtarás, não sequestrar, não tomarás o nome do SENHOR nosso DEUS em vão, honra teu pai e tua mãe, não adorarás outros deuses, não praticar relações sexuais ilicitas (homosexualismo, bestialismo, incesto, prostituição), não dar falso testemunho, não mentir. Entre outros, todos são reafirmados na nova aliança e Jesus mesmo fala que quem os pratica é melhor cortar a parte do corpo que a comete, e em romanos Paulo afirma que são dignos de morte quem pratica essas coisas e pedro também afirma o mesmo.

Por favor me ajude a entender mais.

Eu demorei pra entender que o mandamento correto é não assassinarás, que é matar sem base nenhuma na lei de DEUS: ficar nervoso e matar uma pessoa.
Ai finalmente as punições de morte que DEUS diz nos próximos capitulos fazem sentido. Desde a morte do homem que trabalhou no sábado entre outras.

Tem outras partes que tenho dificuldade em entender como quando Jesus fala :

"Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir.
Digo-lhes a verdade: Enquanto existirem céus e terra, de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço, até que tudo se cumpra.
Todo aquele que desobedecer a um desses mandamentos, ainda que dos menores, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será chamado menor no Reino dos céus; mas todo aquele que praticar e ensinar estes mandamentos será chamado grande no Reino dos céus.
Pois eu lhes digo que se a justiça de vocês não for muito superior à dos fariseus e mestres da lei, de modo nenhum entrarão no Reino dos céus".

Mateus 5:17-20

Ou seja a terra e o céu ainda duram até hoje, então nessa horas que não entendo muito. 
E os fariseus e mestres da lei sabiam toda lei, porém não cumpriam muita coisa.
Ou esses mandamentos que ele está falando não são toda lei de Deus do VT e sim os mandamentos do sermão da montanha?

Eu li essa explicação aqui e é bem coerente:
https://www.estudosdabiblia.net/bd13_07.htm

RafaelM
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 70
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Cartman em Qui 18 Out 2018, 7:01 pm

Ed escreveu:E neste Novo Testamento, nós os gentios fomos e estamos incluidos...

A verdade é que: nós os "gentios", NUNCA fomos incluídos.
A não ser na religião romana.

RafaelM escreveu:Só as regras alimentares, o sábado, as festas caducaram e os sacrificios caducaram não?

Para os judeus, nada disso caducou.



Afinal, D'us é imutável, e a Bíblia é um livro atemporal.

Ou será que estou errado? oh my


Dropbox Free muito bom!
Cartman
Cartman
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2090
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por RafaelM em Sab 27 Out 2018, 8:50 am

Cartman escreveu:
Ed escreveu:E neste Novo Testamento, nós os gentios fomos e estamos incluidos...

A verdade é que: nós os "gentios", NUNCA fomos incluídos.
A não ser na religião romana.

RafaelM escreveu:Só as regras alimentares, o sábado, as festas caducaram e os sacrificios caducaram não?

Para os judeus, nada disso caducou.



Afinal, D'us é imutável, e a Bíblia é um livro atemporal.

Ou será que estou errado? oh my
Uma boa parte dos judeus não entendeu ou aceita Jesus como messias, logo eles não vão ter esse entendimento.
Deus é imutável e a biblia é atemporal sim, mas o entendimento dela é progressivo, não há sentido em oferecermos sacrificios para perdão de nossos pecados sendo que Jesus já se ofereceu como pagamento e os sacrificios eram apenas uma sombra do que se viria.

Mas você está aqui só para sarcamos, pra zombar ou pra aprender? 
Pq se for só pra zombar da biblia é melhor vc arrumar algo melhor pra fazer, que te de sentido existencial ou uma diversão de verdade.

RafaelM
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 70
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Cartman em Sab 27 Out 2018, 2:34 pm

Para os judeus -o Messias- é um líder político... não é nenhum semideus nascido de uma virgem (paganismo).

Agora sim, estou sendo sarcástico! cafezinho


Dropbox Free muito bom!
Cartman
Cartman
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2090
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Jefté.S em Sex 02 Nov 2018, 10:59 pm

Olá irmãos!
Chamo-me Jefté.S

Já participei desse Fórum há um tempo atrás, hoje resolvi dar nova olhada e tornei a me inscrever, pois me interessa o tópico.
Paz a todos!

Quanto ao tema creio ser ele muito bom, e amplo e profundo nos debates!
Que assim seja para a glória de Deus, Cristo!
E, como ponto de partida da minha parte, entendo que o Antigo Testamento não está de forma alguma inválido, não está ultrapassado, embora a lei levítica, essa sim!
Pois acaso o Novo Testamento não é cumprimento (complemento) ao Velho Testamento!??

Acaso Jesus não veio a cumprir a Lei?!!

E, embora o ministério Levítico esteja (por agora) cessado, mas todo o Novo Testamento não passa de ser o cumprimento da Lei e dos profetas e dos Salmos!
Também São Paulo diz aos gálatas que se caso circuncidassem estariam obrigados a guardar toda a lei, e Cristo de nada lhes aproveitaria.
Também diz que todos os que quisessem seguir a lei, estavam obrigados a guardá-la e ainda estariam baixo à sua maldição, porquanto escrito está: 
Deut. 27:26 - "Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: Amém." 

E Galatas: 3:10 - "Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las."

Isso mostra que embora a lei de Moisés esteja obsoleta (para o cristão), contudo ainda é válida para quem a segue (embora nunca possa salvá-lo) mas condená-lo, isso sim! ela pode!
E também está em valia para todo o que não tem a Cristo! Pois é justamente a lei que condena o pecador ao inferno de fogo, e também a morte!
"Porquanto diz assim: Porque o fim da lei é Cristo para a salvação de todo aquele que crê." (Rom. 10:4)

Isso significa que quem não tem a Cristo, esse verso nada lhe diz respeito!
Um abraço a todos e Paz!

Jefté.S
Barro
Barro

Número de Mensagens : 2
flag : Brasil
Data de inscrição : 02/11/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por RafaelM em Seg 24 Dez 2018, 4:51 pm

Cartman escreveu:Para os judeus -o Messias- é um líder político... não é nenhum semideus nascido de uma virgem (paganismo).

Agora sim, estou sendo sarcástico! cafezinho
Não deixou de ser politico, tanto que ia ser coroado como rei, porém ele recusou por não ser sua hora. Ele veio para perdoar os pecados e ensinar o caminho correto, coisa que os religiosos e os judeus estavam distorcendo, ou ensinando e não vivendo;

Sobre ser semideus , jesus era descendente de josé, provavelmente nascido de uma virgem pode ter sido traduzido errado mesmo. E o termo é jovem.

Mas não muda nada na minha vida isso nem na minha crença, ele é Deus encarnado e só ele podia pagar a nossa divida por ser o unico sem nenhum pecado.

Se tiver interese procura a congregação israelita da nova aliança, são judeus convertidos e explicam muita dessas erros de tradução.

É desse grupo aqui:

RafaelM
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 70
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Ed em Ter 25 Dez 2018, 10:36 am

RafaelM escreveu:
Não deixou de ser politico, tanto que ia ser coroado como rei,

Olá,

discordo que Jesus deixou de ser politico. Ele jamais foi...

O fato de que Ele seria coroado como rei, não o torna político porque o reino em questão não é mundado e sim espiritual.

Atente para Suas palavras:

Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui, portanto se não é daqui não há nenhuma política terrestre envolvida.

Outro fato importante: Jesus não veio fazer "política" de seu Reino, Ele veio resgatar o que lhe pertence! Na realidade Jesus é Rei Guerreiro!

Nesta guerra espiritual não há política, há sim a necessidade de eliminar o inimigo!


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 4147 dias de existência com 234030 mensagens
Ed
Ed
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 11114
Idade : 67
Localização : USA - FL
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por RafaelM em Ter 25 Dez 2018, 3:22 pm

Ed escreveu:
RafaelM escreveu:
Não deixou de ser politico, tanto que ia ser coroado como rei,

Olá,

discordo que Jesus deixou de ser politico. Ele jamais foi...

O fato de que Ele seria coroado como rei, não o torna político porque o reino em questão não é mundado e sim espiritual.

Atente para Suas palavras:

Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui, portanto se não é daqui não há nenhuma política terrestre envolvida.

Outro fato importante: Jesus não veio fazer "política" de seu Reino, Ele veio resgatar o que lhe pertence! Na realidade Jesus é Rei Guerreiro!

Nesta guerra espiritual não há política, há sim a necessidade de eliminar o inimigo!
Então mas ele é um lider e é o rei dos reis e fundou uma nação de reis e sacerdotes que somos nós cristãos.
Ele fez politica no sentido de conduzir pessoas e a sociedade, ele só não dominou como rei ainda mas dominará no seu retorno.


--------------
Esse aqui é o melhor material que encontrei sobre a separação da velha e da nova aliança

https://defendendoafecrista.wordpress.com/2015/06/30/jesus-cristo-aboliu-a-antiga-alianca/


[size=44]Jesus Cristo aboliu a Antiga Aliança[/size]

Defendendo a Fé Cristã / 30 de junho de 2015

A lei do Velho Testamento foi dada à nação de Israel, não aos cristãos em geral. Algumas das leis visavam ao conhecimento, por parte dos Israelitas, de como obedecer e agradar a Deus (os Dez Mandamentos, por exemplo); algumas delas tinham como objetivo mostrar como adorar a Deus (o sistema de sacrifícios); algumas delas simplesmente diferenciar os israelitas de outras nações (as regras em relação à comida e vestimentas). Nenhuma das leis do Velho Testamento se aplica a nós nos dias de hoje. Quando Jesus morreu na cruz, Ele aboliu a lei do Velho Testamento (Romanos 7:4; 7:6; 2 Coríntios 3:7-18; Gálatas 3:23-25; Efésios 2:15; Hebreus 8:6-13).
Em substituição à lei do Velho Testamento, nós estamos sob a lei de Cristo (Gálatas 6:2), que é: “‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.”  (Mateus 22:37-40). Se fizermos estas duas coisas, estaremos cumprindo tudo o que Cristo quer que façamos, “Porque nisto consiste o amor a Deus: em obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados.” (1 João 5:3). Tecnicamente, nem os Dez Mandamentos são aplicáveis aos cristãos: “[Jesus] Aboliu a Lei dos mandamentos e preceitos” (Efésios 2:15).
Entretanto, 9 dos Dez Mandamentos são repetidos no Novo Testamento (todos, exceto o mandamento para que se guarde o Sábado). Então, se seguimos esses 9 Mandamentos é porque eles nos foram novamente ensinados por Cristo, no Novo Testamento, e não porque estão no Antigo Testamento. Afinal, se nós amamos a Deus, não estaremos adorando a outros deuses ou ídolos. Se amamos aos que nos cercam, não os mataremos, não mentiremos para eles, não cometeremos adultério contra eles ou cobiçaremos o que a eles pertence. Portanto, não estamos sob nenhuma das exigências da lei do Velho Testamento. Nós devemos sim amar a Deus e a nosso próximo. Se com fé cumprirmos estes dois preceitos, todo o restante se ajustará.
No entanto, uma leitura superficial de alguns versículos apresenta uma dificuldade, até dando a impressão de uma contradição nas Escrituras. Alguns religiosos aproveitam esta suposta contradição para negar claras afirmações sobre o anulamento da Lei dada aos israelitas no monte Sinai. Os versículos em questão são os 17 e 18 de Mateus 5, nos quais Jesus diz que não veio para revogar a Lei nem os Profetas, mas cumpri-los, e que nem um i ou um til passariam da Lei até que tudo se cumprisse. Faremos uma análise dos mesmos logo mais. Mas perceba que, se Jesus disse que não veio abolir a Lei nem os profetas, então Ele próprio se contradisse, pois, logo após dizer isso, Ele aboliu muitas leis (Mateus 5:21-48). Como é possível uma coisa dessas? Como entender Sua afirmação em Mateus 5:17-18? Vejamos.
“Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas, não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo, até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra.” (Mateus 5:17-18)
Alguns citam esta afirmação para tentar obrigar as pessoas de hoje a guardarem o sábado e outros mandamentos da Antiga Aliança. Para compreender esta fala de Jesus, precisamos prestar atenção especial a três palavras que ele usou. A palavra revogar vem de uma palavra grega que significa derrubar, subverter ou destruir. Jesus não veio para subverter a Lei, ele veio para cumprir. A palavra traduzida como cumprir significa completar, levar até o fim, realizar ou obedecer. Jesus não pretendia subverter a lei, ele pretendia cumpri-la, assim a levando até o seu determinado fim. A terceira palavra importante é a preposição até. Os céus e a terra poderiam passar, mas a lei não passaria até ser cumprida. Esta palavra (traduzida até, até que, ou enquanto) significa algo que chega até um certo ponto e termina. Deus falou para José ficar no Egito até que ele fosse avisado (Mateus 2:13). Na morte de Jesus, houve trevas até à hora nona (Lucas 23:44). A Lei não perdeu sua força até ser cumprida por Jesus.
O autor de Hebreus usou uma palavra diferente, embora traduzida em algumas Bíblias pela mesma palavra portuguesa, quando disse: “Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade (pois a lei nunca aperfeiçoou coisa alguma), e, por outro lado, se introduz esperança superior, pela qual nos chegamos a Deus” (Hebreus 7:18-19). Revogar, neste trecho, significa anular, abolir, ou remover. No mesmo capítulo, ele falou da mudança (ou remoção) da lei (Hebreus 7:12).
Retornando ao texto de Mateus 5:17-18: No versículo 17, Jesus diz que não veio revogar  a Lei nem os Profetas. E isso por quê? Porque a Lei exigia o sacrifício perfeito pelos pecados de todos nós e os Profetas estavam anunciando que esse sacrifício seria ele. Logo, Jesus não veio abolir a Lei, mas cumpri-la, isto é, morrer pelos pecados de todos nós (1 João 2:2; 1 Timóteo 2:6; 2 Coríntios 5:14-15; Hebreus 2:9), e também veio cumprir aquilo que os profetas haviam anunciado sobre ele (Isaías 53:1-12). E no versículo 18, ele diz que nem sequer um i ou um til serão tirados da Lei, até que tudo se cumpra. Isso significa que, de modo algum, deixaria de se cumprir a exigência da Lei e a predição dos Profetas sobre ele (Sua morte em favor dos pecadores).
Analisemos agora com calma o que Jesus disse antes de morrer:
“Depois, sabendo Jesus que já todas as coisas estavam terminadas, para que a Escritura se cumprisse, disse: Tenho sede. Estava, pois, ali um vaso cheio de vinagre. E encheram de vinagre uma esponja, e, pondo-a num hissopo, lha chegaram à boca. E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.” (João 19:28-30)
Estes versículos claramente nos mostram que Jesus veio cumprir a Lei, isto é, morrer por nós. Perceba que no versículo 18 de Mateus 5, Jesus diz que nada seria retirado da lei até que tudo se cumprisse, isto é, até que Ele morresse por nós. Perceba também que no versículo 28 de João 19, diz que Jesus sabia que todas as coisas estavam terminadas, para que se cumprisse a Escritura, ou seja, Ele já estava na cruz, morrendo por nós. Como tudo já estava, como Ele mesmo disse, “consumado” (v. 30), então a lei já podia ser revogada. É interessante notar que a lei não foi revogada enquanto Jesus ainda estava vivo. Ela só foi revogada depois de Sua morte, isto é, depois de estar cumprida.
Então, citar Mateus 5:17-18 para dizer que todas as leis do Antigo Testamento ainda são válidas significa distorcer o texto e forçar o sentido do mesmo. Cristo revogou, sim, a Lei na cruz, embora a tenha cumprido em vida. É importante entendermos que, em Mateus 5:17-18, Jesus não disse que todas as leis do Antigo Testamento valeriam para sempre, mas que Ele veio cumprir o que a Lei exigia: o sacrifício perfeito pelos pecados de todo o mundo, e o que os Profetas haviam anunciado sobre Ele na Escritura, isto é, que Ele seria esse sacrifício (Isaías 53). E Ele cumpriu, pagou o preço pelos nossos pecados, isto é, “cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz” (Colossenses 2:14).
Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Cristo
Se assim não fosse, isto é, se Cristo não tivesse revogado a Lei de Moisés (após cumpri-la), então como explicar textos que claramente dizem que Cristo aboliu a lei de Moisés?
Romanos 7:4: “Meus irmãos, o mesmo acontece com vocês: pelo corpo de Cristo, vocês morreram para a Lei, a fim de pertencerem a outro, que ressuscitou dos mortos, e assim produzirem frutos para Deus.”
Romanos 7:6-7: “Mas agora, morrendo para aquilo que nos aprisionava, fomos libertos da Lei, a fim de servirmos sob o regime novo do Espírito, e não mais sob o velho regime da letra. Que diremos então? A Lei é pecado? De maneira nenhuma! De fato, eu não saberia o que é pecado, a não ser por meio da Lei. Pois, na realidade, eu não saberia o que é cobiça, se a Lei não dissesse: ‘Não cobiçarás’.”
Gálatas 3:21-25: “Então, a Lei opõe-se às promessas de Deus? De maneira nenhuma! Pois, se tivesse sido dada uma lei que pudesse conceder vida, certamente a justiça viria da lei. Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, a fim de que a promessa, que é pela fé em Jesus Cristo, fosse dada aos que creem. Antes que viesse essa fé, estávamos sob a custódia da Lei, nela encerrados, até que a fé que haveria de vir fosse revelada. Assim, a Lei foi o nosso tutor até Cristo, para que fôssemos justificados pela fé. Agora, porém, tendo chegado a fé, já não estamos mais sob o controle do tutor [a Lei].”
Efésios 2:15: “[Jesus] Aboliu a Lei dos mandamentos e preceitos.”
2 Coríntios 3:7-18: “O ministério da morte, gravado com letras sobre a pedra, ficou tão marcado pela glória, que os israelitas não podiam fixar os olhos no rosto de Moisés, por causa do fulgor que nele havia – fulgor, aliás, passageiro. Quanto mais glorioso não será o ministério do Espírito! Na verdade, se o ministério da condenação foi glorioso, muito mais glorioso será o ministério da justiça. Mesmo a glória que aí se verificou, já não pode ser considerada glória, em comparação com a glória atual, que lhe é muito superior. De fato, se foi marcado pela glória o que é passageiro, com maior razão há de ser glorioso o que é permanente. Fortalecidos por tal esperança, estamos plenamente confiantes: nós não fazemos como Moisés que colocava um véu sobre a face para que os filhos de Israel não percebessem o fim daquilo que era passageiro… No entanto, os espíritos deles se tornaram obscurecidos. Sim, até hoje, quando eles leem o Antigo Testamento, esse mesmo véu permanece; não é retirado, porque é em Cristo que ele desaparece. Sim, até hoje, todas as vezes que leem Moisés, há um véu sobre o coração deles. Somente pela conversão ao Senhor é que o véu cai, pois o Senhor é o Espírito; e onde se acha o Espírito do Senhor aí existe a liberdade. E nós que, com a face descoberta, refletimos como num espelho a glória do Senhor, somos transfigurados nessa mesma imagem, cada vez mais resplandecente pela ação do Senhor, que é Espírito.”
Em Atos dos Apóstolos, capítulo 3, Pedro pregou dizendo que Deus profetizou na Antiga Aliança, por meio de Moisés, o promulgador da Antiga Aliança, que faria surgir dentre os judeus um profeta semelhante a ele, que deveria ser ouvido em tudo. Esse profeta é Jesus, o Legislador da Nova Aliança:
“De fato, Moisés afirmou: ‘O Senhor Deus fará surgir, entre os irmãos de vocês, um profeta como eu. Escutem tudo o que ele disser a vocês. Quem não der ouvidos a esse profeta será eliminado do meio do povo.’” (Atos dos Apóstolos 3:22-23)
Jesus afirmou claramente ser esse profeta:
“Se vocês cressem em Moisés, creriam em mim, pois ele escreveu a meu respeito.” (João 5:46).
Agora vejamos o que Jesus diz sobre a Antiga Lei:
“A Lei e os profetas chegaram até João; daí para a frente o Reino de Deus é anunciado, e cada um se esforça para nele entrar, com violência.” (Lucas 16:16)
A Bíblia é clara ao dizer que Deus fez uma nova aliança com o Seu povo, abolindo a antiga:
“Jesus, porém, foi encarregado para um serviço sacerdotal superior, pois é mediador de uma aliança melhor, que promete melhores benefícios. De fato, se a primeira aliança não tivesse defeito, nem haveria lugar para segunda aliança. Mas Deus, queixando-se contra o seu povo, diz: ‘Eis que virão dias, fala o Senhor, nos quais concluirei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não será como a aliança que fiz com seus antepassados, no dia em que os tomei pela mão para fazê-los sair da terra do Egito. Uma vez que eles não foram fiéis à minha aliança, eu também não me preocupei mais com eles, diz o Senhor. Esta é a aliança que vou concluir com a casa de Israel, depois daqueles dias, fala o Senhor: Porei minhas leis na mente deles e as imprimirei em seus corações; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. Nenhum deles terá mais o que ensinar ao seu compatriota nem ao seu próprio irmão, dizendo: ‘Conheça o Senhor!’ Pois todos me conhecerão, desde o menor até o maior. Porque eu vou perdoar as faltas deles e não me lembrarei mais dos seus pecados’. Dizendo ‘aliança nova’, Deus declara que a primeira ficou antiquada; e aquilo que se torna antigo e envelhece, vai desaparecer logo.” (Hebreus 8:6-13)
Os cristãos não estão “subordinados” à Lei (Gálatas 3:23-25). Mesmo judeus, que estavam sujeitos à lei, foram libertados dela (Romanos 7:6). O escrito da dívida foi removido inteiramente na cruz, pois Jesus cumpriu aquela Lei (Colossenses 2:14). Após a morte do Testador, a Nova Aliança tomou seu lugar (Hebreus 8:6-13; 9:15-17). Jesus não subverteu a Lei do Antigo Testamento; Ele cumpriu e removeu aquela e nos deu a Nova Aliança.
Mas muitas pessoas ainda hoje insistem em cumprir a Lei. Vejamos o que a Bíblia diz sobre essas pessoas:
“Já os que se apoiam na prática da Lei estão debaixo de maldição, pois está escrito: ‘Maldito todo aquele que não persiste em praticar todas as coisas escritas no livro da Lei’.” (Gálatas 3:10)
Nesse texto, Paulo diz que quem decide guardar a Lei está obrigado a guardá-la por inteira. Assim, quem se abstêm de guardar todo o conteúdo da lei, guardando apenas partes dela, está debaixo da maldição, isto é, da condenação, por não cumprir toda a Lei. E Paulo continua, dizendo: “É evidente que diante de Deus ninguém é justificado pela Lei, pois “o justo viverá pela fé” (Gálatas 3:11). Ou seja, não adianta querer cumprir a Lei, pois ela não justifica: “Pois sustentamos que o homem é justificado pela fé, independente da obediência à Lei” (Romanos 3:28). Jesus tomou para si a maldição da Lei ao se fazer maldição por nós e morrer na cruz no nosso lugar. Agora, não precisamos mais obedecer a Antiga Aliança (cf. Gálatas 3:13). “Vocês, que procuram ser justificados pela lei, separaram-se de Cristo; caíram da graça” (Gálatas 5:4).
Na sua carta, Tiago falou da “lei da liberdade”, e até disse que “quem obedece a toda a Lei, mas tropeça em apenas um ponto, torna-se culpado de quebrá-la inteiramente”. Por isso, o melhor é falar e agir de acordo como quem vai ser julgado pela “lei da liberdade”, a qual consiste em amar o próximo como a si mesmo (Tiago 2:8-13).
“Se vocês de fato obedecerem à lei real encontrada na Escritura que diz: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo‘, estarão agindo corretamente. Mas se tratarem os outros com favoritismo, estarão cometendo pecado e serão condenados pela Lei como transgressores. Pois quem obedece a toda a Lei, mas tropeça em apenas um ponto, torna-se culpado de quebrá-la inteiramente. Pois aquele que disse: ‘Não adulterarás’, também disse: ‘Não matarás’. Se você não comete adultério, mas comete assassinato, torna-se transgressor da Lei. Falem e ajam como quem vai ser julgado pela lei da liberdade; porque será exercido juízo sem misericórdia sobre quem não foi misericordioso. A misericórdia triunfa sobre o juízo!” (Tiago 2:8-13)
O fato de a antiga Lei ter sido abolida não significa que agora está “tudo permitido”. Cristo nos resgatou da maldição da Lei (Gálatas 3:13), não para nos deixar sem lei, mas para nos conduzir à nova, que é a Sua Lei, a Lei da liberdade (Gálatas 5:13; Romanos 7:6-7), que consiste no amor:
“Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros.” (João 13:34)
“Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem cumprido a lei. Pois estes mandamentos: ‘Não adulterarás’, ‘não matarás’, ‘não furtarás’, ‘não cobiçarás’, e qualquer outro mandamento, todos se resumem neste preceito: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. O amor não pratica o mal contra o próximo. Portanto, o amor é o cumprimento da lei.” (Romanos 13:8-10)
“Toda a Lei se resume num só mandamento: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo.'” (Gálatas 5:14)

RafaelM
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 70
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Cartman em Qua 26 Dez 2018, 9:36 pm

RafaelM escreveu:Mas não muda nada na minha vida isso nem na minha crença, ele é Deus encarnado e só ele podia pagar a nossa divida por ser o unico sem nenhum pecado.

Dívida?!... Que dívida?

Já não bastou o onipotente, ter amaldiçoado toda a Terra, pelo "pecado" de Adão?

Isso sem falar no dilúvio, nas ameaças, e vários massacres promovidos por ELe.

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Hell-min

É tão difícil assim perdoar? angel


Dropbox Free muito bom!
Cartman
Cartman
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2090
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por RafaelM em Qua 26 Dez 2018, 10:12 pm

Cartman escreveu:
RafaelM escreveu:Mas não muda nada na minha vida isso nem na minha crença, ele é Deus encarnado e só ele podia pagar a nossa divida por ser o unico sem nenhum pecado.

Dívida?!... Que dívida?

Já não bastou o onipotente, ter amaldiçoado toda a Terra, pelo "pecado" de Adão?

Isso sem falar no dilúvio, nas ameaças, e vários massacres promovidos por ELe.

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Hell-min

É tão difícil assim perdoar? angel
Os nossos pecados diários, essas são nossas dividas.
Não não é possivel perdoar quem vai ficar eternamente pecando, logo, separação eterna.
Quem não abandona sua vida de pecados aqui não iria abandonar nunca.
Irião continuar matando, estuprando, cometendo homosexualismo, roubando, etc.

RafaelM
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 70
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Cartman em Sex 28 Dez 2018, 4:11 am

RafaelM escreveu:Os nossos pecados diários, essas são nossas dividas.

Nossos "pecados diários" são peixe pequeno, perto daquilo que os hebreus faziam no passado, em nome de EL.

E, não havia "salvação" para suas vítimas.

No final das contas, os romanos, os fizeram pagar por todos os seus pecados.
Cartman
Cartman
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2090
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por RafaelM em Sex 28 Dez 2018, 7:26 pm

Cartman escreveu:
RafaelM escreveu:Os nossos pecados diários, essas são nossas dividas.

Nossos "pecados diários" são peixe pequeno, perto daquilo que os hebreus faziam no passado, em nome de EL.

E, não havia "salvação" para suas vítimas.

No final das contas, os romanos, os fizeram pagar por todos os seus pecados.
Deus castigou esses povos pelas mãos dos judeus, estuda a historia desses povos que vai ver que boa coisa eles não eram.

Sobre os romanos sim Jesus avisou que haveria perseguição por ser cristão e também por rejeitarem a Jesus.

Sobre salvação para suas vitimas, muito dos povos que foram distruidos por Deus foram uma amostra do quanto o pecado desagrada a Deus, por exemplo em sodoma e gomorra mesmo que elas foram destruidas, algumas pessoas poderam se salvar pois Jesus mesmo fala isso, que Deus terá mais pena de sodoma e gomorra no julgamento que as cidades que rejeitaram o messias pra viver no pecado.

Mas a vida não se limita a essa esfera, tudo vai ser julgado, pensameto, ação, etc.
Os que pecaram sem lei vão ter um julgamento diferente dos que tiveram a lei.

RafaelM
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 70
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Cartman em Seg 31 Dez 2018, 3:58 am

RafaelM escreveu:Deus castigou esses povos pelas mãos dos judeus, estuda a historia desses povos que vai ver que boa coisa eles não eram.

Da mesma forma que "deus castigou esses povos pelas mãos dos judeus", outros deuses, castigaram os judeus pelas mãos dos egípcios, babilônios, romanos, etc... totalmente relativo.

Por pior que seja um povoado, NADA justifica partir grávidas ao meio ou pisotear crianças de colo, dentre outros crimes bárbaros e covardes, praticados pelos "santos psicopatas" do deserto.
Cartman
Cartman
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2090
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por RafaelM em Seg 31 Dez 2018, 6:36 am

Sim Deus usou outros povos pra castigar a nacao de israel pelos pecados dele. Deus preveu que se desobedecessem ele ele faria isso.
Deus sabe o ponto em que a maldade do ser humano nao tem mais volta. So vai piorar e piorar.
Gerando descendentes cada vez piores.

RafaelM
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 70
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Cartman em Seg 31 Dez 2018, 7:00 pm

RafaelM escreveu:Deus sabe o ponto em que a maldade do ser humano nao tem mais volta. So vai piorar e piorar. Gerando descendentes cada vez piores.

O ser humano é "mal" porque a natureza é hostil para com os seres vivos. E isso vale para todos.

Quanto aos "descendentes piores", isso é um absurdo! Nós atualmente, somos muito melhores do que nossos antepassados.

Graças aos avanços científicos, temos uma vida bem melhor e, consequentemente, somos mais pacíficos e compreensivos.
Cartman
Cartman
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2090
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por RafaelM em Seg 31 Dez 2018, 7:06 pm

Nao cartman eu falei sobre a destruicao desses povos. Vc falou de matar as criancas de colo etc. Essas nacoes que foram destruidas chegaram no apice da maldade. Os descendentes iam ser cada vez piores.

Igual ao diluvio. Havia criancas etc. Mas nao havia mais como concertar. Noé foi como um cristo para eles avisando que o mundo ia ser destruido e nao deram ouvidos. Igual a hoje atualmente. Avisamos que Deus vira com grande furia sobre os pecadores malignos e eles como voce ficam zombando.

Os avancos cientificos melhoram muita coisa mas eles nao mudam o carater da pessoa, isso é trabalho da filosofia e da religiao e da educacao.
Pessoas matam por descontrole em ira. Estupram pq nao se controlam. Se tornam homosexuais pq sao perversos sem controle dos seus impulsos. Etc.

RafaelM
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 70
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Cartman em Ter 01 Jan 2019, 2:07 am

Você não entendeu a "ironia"...

Esses povos que eles massacravam, eram grupos pequenos e nômades (em alguns casos), não sendo uma tarefa tão difícil.

Mas, quando eles "batiam de frente" com as grandes nações, a surra era certa.

Vide o caso dos romanos; que tomaram Israel, destruíram seu templo, impuseram suas leis, se apossaram das sagradas escrituras e expulsaram todos os judeus de lá.

Qual a justificativa "divina" dessa vez? angel


oh my oh my oh my
Cartman
Cartman
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2090
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por RafaelM em Qua 02 Jan 2019, 11:03 am

Deuternomios 28:15 cartman.

RafaelM
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 70
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/07/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento Empty Re: Entendendo as diferenças entre o Velho e o Novo Testamento

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum