.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Inferno e a teoria de Aldous Huxley
Sab 26 Maio 2018, 11:25 am por rbarros

» Análise de João 10:30 - A Unidade e o Nome de Deus.
Sex 25 Maio 2018, 11:26 am por Zigurd

» Consequências da Reeleição
Sex 18 Maio 2018, 11:05 pm por EVANGELISTA/RJ/MSN

» O que é idolatria?
Qui 17 Maio 2018, 1:17 am por Cartman

» Porque a Bíblia não relata sobre os dinossauros?
Qui 17 Maio 2018, 1:02 am por Cartman

» Jesus está às portas
Qua 16 Maio 2018, 1:00 pm por Jarbas

» Noticiário Escatológico
Ter 15 Maio 2018, 7:02 am por Jarbas

» Fórum Adventista no Facebook
Sab 12 Maio 2018, 4:27 pm por Eduardo

» Morre Gasparetto, o último dos grandes médiuns brasileiros
Seg 07 Maio 2018, 12:19 pm por rbarros

Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


Telecheque informa: as mulheres sao as que metem o pau em dindim

Ir em baixo

Telecheque informa: as mulheres sao as que metem o pau em dindim

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Qui 29 Jan 2009, 12:31 pm

Rendas de quatro a seis salários concentram inadimplência, diz pesquisa

Crise pode ter atrapalhado o pagamento das dívidas. Mulheres com mais de 31 anos são mais endividadas.


Os principais gastos acontecem na área de vestuário. (Foto: Mauricio Lima/AFP)

Do G1, em São Paulo

Os brasileiros com renda entre quatro e seis salários foram os mais inadimplentes nos meses de novembro e dezembro (42,92%), segundo pesquisa da TeleCheque, empresa especializada na concessão de crédito no varejo. Mesmo com aumento no número de empregos em 2008, a chegada da crise pode ter mudado cenário, explica a companhia.

"Muitos já tinham realizado compras pré-datadas em cheques, cartões de crédito ou crediário. Mas não puderam honrar com o pagamento", explica José Antonio Praxedes Neto, vice-presidente da TeleCheque.

Atualmente, as mais endividadas são as mulheres (57,08%). Mas entre homens e mulheres, 44,04% dos inadimplentes são solteiros e a maioria (34,38%) possui idade entre 31 e 40 anos. De acordo com a TeleCheque, a explicação pode estar no gasto com presentes, festas e viagens de final de ano.

Os principais gasto – tanto entre homens e mulheres - acontecem na área de vestuário (11,91%), lojas de departamento (11,46%) e telefonia celular (9,89%). "A partir de agora a tendência é que os gastos se concentrem em itens de primeira necessidade", finaliza Praxedes.

fonte:

http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL977289-9356,00-RENDAS+DE+QUATRO+A+SEIS+SALARIOS+CONCENTRAM+INADIMPLENCIA+DIZ+PESQUISA.html
avatar
EVANGELISTA/RJ/MSN
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6214
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum